Aplicação de Insulfilm pode gerar multa de até R$ 195,23, entenda!

Aplicação de Insulfilm pode gerar multa de até R$ 195,23, entenda!

O uso de Insulfim escuro nas janelas dos carros, tem levantado suspeitas e multado os motoristas do estado.

Isso porque o uso não é proibido, mas precisa seguir regras de transparência para evitar a punição do motorista. A multa é de R$ 195,23, além de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A película é utilizada com diversos objetivos, como proteção solar para controlar a entrada de raios UV, conforto térmico, segurança e, até mesmo, estética do veículo.

Para aplicar a película, é necessário seguir o que estabelece uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que está em vigor desde 2017.

A resolução, que ficou conhecida como Lei do Insulfilm, estabeleceu o limite máximo de transparência que elas devem proporcionar ao veículo. De acordo com o Contran, no para-brisa, por exemplo, o grau de transparência deve ser de, no mínimo, 75%.

Já no caso dos vidros laterais e dos demais vidros que impactam a visibilidade do condutor, é preciso respeitar o limite mínimo de 70% de transparência. Os demais vidros demandam uma transparência menor: mínima de 28%. Se não estiverem dentro desses parâmetros definidos, as películas não poderão ser usadas.

Quem desobedece às normas infringe o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A multa é de R$ 195,23, além de cinco pontos na carteira de habilitação. No caso de os agentes de trânsito flagrarem veículos com películas indevidas, está prevista a retenção do automóvel para regularização.

Via: Tribuna

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *